domingo, 25 de abril de 2010

O tipo de observador que somos...


Mudar o tipo de observador que sou perante a vida é para mim, neste momento, o “X” da questão. A forma como vemos a vida, todos os fatos e acontecimentos, as pessoas que nos rodeiam e seus comportamentos para conosco e para com a vida, mudam como mágica quando experimentamos mudar, de forma consciente e intencional, a nossa forma de ver, procuro hoje aumentar o leque de possibilidades ou seja, ter o maior número possível de formas de ver uma mesma situação, exercício interessante e nada fácil de executar visto que a partir desta postura passei a perceber como é limitante minha forma de enxergar o mundo, houveram momentos em que simplesmente não encontrava mais do que uma forma de enxergar determinada situação e ainda que nestas situações o envolvimento emocional era intenso, concluo portanto, de forma concreta: são as emoções ( e principalmente o que está por trás delas) as responsáveis pela maioria de nossas conclusões e ações. Mudar o tipo de observador que se é deve ser tarefa executada com sabedoria, discernimento, apurado senso crítico e isenção de qualquer sentimento, apenas focado no objetivo de realmente encontrar novas formas de ver. É de suma importância que este exercício inicie-se a partir de ti mesmo! Este procedimento apesar de inicialmente difícil é, num segundo momento, extremamente gratificante. Passamos a ter uma percepção diferente de nós mesmos, desenvolvemos capacidades como: compreensão, tolerância, admiração, aceitação, paciência, carinho, flexibilidade, compaixão, autoconhecimento. Interessantemente esta ação acaba por reforçar a fala de que “não podemos dar o que não possuímos”. O autoconhecimento passa a fundamentar nossos objetivos de vida, alinhados com o ser que SOMOS, passando efetivamente a atender critérios de missão de vida, enfim passamos a agir de acordo com nossas necessidades e anseios trazendo de forma tranqüila e efetiva a tão difícil e falada “ força de vontade” ou “ determinação”, engraçado de repente “vemos” que não temos esse grave defeito! A força de vontade simplesmente não existia ou era fraca porque o que buscávamos era contrário à nossa essência e agora, o que antes era “defeito” nada mais era que a sabedoria de nossa própria essência reagindo às constantes agressões de nossas crenças e paradigmas.
Quando isto acontece passamos a respeitar o nosso próximo, toleramos “erros”, pois que sabemos que na realidade eles não existem, compreendemos limitações e admiramos as conquistas do outro. Tudo isto a partir de nossa própria experiência interior, damos exatamente o que temos, na realidade creio que o termo mais apropriado seria “ COMPARTILHAMOS “ o que SOMOS ! Causando uma reação em cadeia afetando o meio que vivemos e o outro!
Este exercício é, nada mais, nada menos que uma jornada de vida, deixa de ser um exercício e passa a ser uma prática diária....... A ÁGUIA com sua habilidade e sabedoria, tudo vê com claridade do alto........ respeitosa e amorosamente a incorporei ela é parte integrante do meu SER............do que alegremente hoje SOU.

AHO ! por todas as minhas relações.
Gratidão, gratidão, gratidão.
Cristina Gortari.

domingo, 18 de abril de 2010

Quebre o padrão !.... Mude a estratégia !... Crie seus padrões de sucesso!...


Quantas vezes estabelecemos diálogos que absolutamente nada falam, ou nada do que na realidade gostariamos de falar , do que pensamos ou sentimos na verdade, quantas vezes esta ausência de realidade no diálogo dificultou ou inviabilizou relações , chegando às vezes a causar rupturas, separações.... e pior relações que nem chegaram a acontecer !..... e a pergunta que insiste é : Porque não falamos e expressamos o que sentimos e pensamos? O que é que de fato nos impede? Medo de ser mal interpretado, das consequências, de ser rejeitado, de nos sentirmos expostos, vergonha do que sentimos, ressentimento, orgulho.... E o que te leva a pensar que seria de fato assim? Ao que obedecemos quando nos comportamos dessa forma? Será que estamos atendendo às necessidades do nosso “Eu” ou será que estamos apenas repetindo padrões de nossos pais, avós, tios, amigos, da sociedade.... nossas relações são baseadas em crenças e verdades que na realidade nunca foram nossas, não percebemos que nessa repetição de padrões acabamos justamente buscando e alcançando os mesmos resultados que originaram estas crenças.... o que aconteceria se experimentássemos agir diferente? Se tivéssemos coragem de romper padrões? Provavelmente estabeleceríamos novos padrões, baseados em nossa própria vivência e quem sabe eles não seriam de vitória e sucesso ? ..... acredito firmemente que quando somos admiravelmente persistentes em um objetivo e, repetidamente não o alcançamos, temos que passar a ter a admirável inteligência e sabedoria de mudar o comportamento.... Mudar a estratégia... QUEBRAR O PADRÃO!!! com certeza os resultados serão diferentes ... e acredite mais próximos de obter êxito...... A persistência para ser de fato admirável precisa ser inteligente.
Acredite ! este é o momento....temos dentro de nós todas as possibilidades.... podemos ser o que quisermos, olha tua Fauna interior ... escolhe teu animal ou animais de poder e usa-os , veste-os, eles estão aí ..... simplesmente esperando que os despertes..!
Coragem ! é o que a quebra de padrões exige..... ouse fazer diferente e colha resultados diferentes.........crie seus padrões de sucesso e abandone os padrões de insucesso de outros!!!






AHO! por todas as minhas relações.




Gratidão, gratidão, gratidão.




Cristina Gortari.




sexta-feira, 16 de abril de 2010

Quem sou eu?!!




............ pergunta estranha, companheira a tantos anos........e neste momento já não preciso de sua companhia, não porque tenha conseguido respondér-la e sim por haver descoberto que não há resposta, definir-me seria encerrar-me num conceito e seria de fato além de limitante, impossível ! Eis que sou a cada segundo diferente...... posso arriscar-me somente a relacionar do que gosto, do que sinto, do que penso, mas é tudo tão transitório, gosto hoje de coisas que antes não gostava.... então concluo que até isso seria inútil.... percebo então que por muito tempo me procurei nos lugares errados , sempre lá fora, e quando enfím entendi que teria que olhar para dentro de mim mesma ..”Boom!!!!! “ a resposta é tão estranha quanto a pergunta, ai, ai, ai e agora?!
E agora uhu! Que felicidade.. que alivio... nem eu nem ninguém podem me definir e isso é fantástico sou muito maior do que jamais imaginei ! Na realidade maior já é um tipo de definição portanto... nem isso ! creio eu rsrsrsrsr.
Bom agora que encontrei o caminho das pedras... não vou jogar-lo fora...
Vou em busca de sonhos.. de todos os que já tive ou os que me recordo.... estou agora em missão de resgate! Quero-os de volta..... quero colecionar realizações... quantos sonhos realizei ? 1, 2, 3, 4..... quantos mais ?..... o que me impediu de realizar todos? E o que me impede agora?
E pensando bem quero mais, olhando aqui, dentro de mim consigo ver que quanto mais feliz mais expando, na realidade a alegria expande e a tristeza contrai.... interessante.... porque consigo visualizar este movimento energético dentro do meu ser.... então o que é que me fez e me faz feliz ? hummmmm interessante essa parte flui com muita rapidéz... vamos lá : sorrir (realmente amo sorrir) gargalhadas, pessoas, amores, conversas gostosas, olhares ternos, mãos dadas, olhares amorosos, abraços sinceros, beijos ! beijos na testa, na mão, na bochecha e na boca é claro! , natureza... agua, sol, céu, lua estrelas,vento, flores, árvores, animais, definitivamente a natureza me faz feliz. Eita ! a lista está grande e tem muitas coisas mais.. isso é ótimo porque olhando de lado me parece que as coisas que me deixam triste não chegam nem perto de formar uma lista portanto , quero a missão de conquista também!
Quero conquistar dia após dia o direito de usufruir todas estas coisas maravilhosas que me fazem feliz, quero muitos amores, muitas pessoas em minha vida dar gargalhadas com elas e amár-las, quero reservar tempo e espaço para observar e compartilhar com a natureza, quero sorrir muito a todos que cruzarem meu caminho e quando não for possível com os lábios que seja com os olhos, quero me amar muito a tudo e a todos!

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Sonhos, realidades virtuais, mundos paralelos ........



Desde criança ouço as pessoas falarem: “Estas no mundo da Lua? .... desce daí menina! “, “ A vida real não é um sonho, o mundo é cruel !!!”, ” Pára de sonhar menina, acorda !!!”. Hoje sou grata à minha teimosia pois sei que foi sempre a minha capacidade de sonhar que me fez avançar..... Quem de fato pode afirmar que não é real..... experimente sonhar ou viver uma realidade virtual ou até mesmo um mundo paralelo a este, como preferires, apenas te deixa... completamente, sem medo ou culpa.... vais descobrir que trazes de volta na “tua bagagem “ coisas bem reais.......... experimenta..........À medida que estás lendo vais permitindo a tua mente viajar..... e os sons ao teu redor vão ficando cada vez mais distantes e vão te ajudando a relaxar... vais também ouvir minha voz ...e ela te soa agradável e confortável..... sentirás que ela é amigável e sincera...... e tu vais relaxando.... sentindo teu corpo, tua pele o movimento dos teus olhos que continuam abertos vendo as letras deste texto, percebes teu rosto relaxando, a testa, as bochechas, a boca, a língua, o pescoço e te ajeitas melhor numa posição cada vez mais confortável, vais relaxando teus ombros que passam agora a descansar, sem ficarem pesados.... vais sentindo teus braços, a temperatura de tuas mãos, teu abdômen que se movimenta com a respiração...ventre, coxas, pernas, pés .... sentes o contato do tecido da roupa que estas usando....... percebes agora tua respiração tranqüila, relaxada, descontraída, em teu próprio ritmo que a partir de agora é como o vento tranqüilo e sereno, como uma musica que embala..... acalma.... e continuas ouvindo minha voz...... pois que estou aqui contigo te acompanhando sabes que não estas só e sentes segurança, de olhos abertos vais agora imaginar que estamos caminhando.....juntos.... estamos no campo, verde, florido , sentes o cheiro .... o vento suave e morno que acaricia tua pele e balança teu cabelo..... estamos a caminho da montanha..... estamos subindo..... caminhando e subindo.... nosso destino é o pico..... a paisagem é linda.... muitas árvores.... sons de pássaros cantando.....o ar vai ficando mais puro o vento menos quente...... a sensação de paz e plenitude enche o teu interior, tomando conta de teu corpo ......... chegamos ao pico .... a visão de tudo é deslumbrante..... do alto tudo parece diferente.... pequenos detalhes passam a fazer sentido.... até as pequenas pedras estão exatamente no lugar certo..... este... é o papel do observador..... que é o que tu és agora, neste momento passas a ser observador de ti mesmo, daqui de cima no pico da montanha olhas para baixo ..... e estas te vendo....... ves agora uma pessoa que sente paz interior... ela esta ali em atitude de gratidão.......olhando para a imensidão sentindo alegria e gratidão, pois ela conseguiu se tornar na pessoa que ela sempre quis ser.....e uma pessoa que é o que quer, também realiza tudo o que sonha e deseja........ e tu estas ali..... sentindo gratidão e alegria......em teu peito há uma sensação de paz e plenitude que queres compartilhar.......decides então acender uma fogueira para celebrar com o universo tuas vitórias...... juntas gravetos e paus.... acendes a fogueira, agora na frente do fogo sagrado... olhando fixamente para o fogo tu pensas .... as chamas te acalmam e passas a fazer uma retrospectiva dos passos que destes até chegar aqui.... o que foi que te motivou...... em que acreditas agora... quem tu eras e quem tu és agora.......uma pessoa vitoriosa, bela, forte, confiante, ciente de seu poder interior e de sua capacidade de mudar e realizar..... quais as habilidades e capacidades que desenvolvestes para chegar aqui...... neste momento......olhas para trás e reconheces que teus medos não tinham fundamento..... eram somente medos..... que tinhas tudo dentro de ti desde o começo........... suspiras....... e é um suspiro de alívio...e contentamento porque agora te sentes uma pessoa inteira, reconhecida e amada.... que tu admiras e respeitas e desta forma sentes a ligação com algo muito maior.... a natureza .........., o universo..........., a espiritualidade........, o amor........., sentes que tens um lugar e um papel no mundo e no universo.... lenta e silenciosamente apanhas um punhado de ervas e as jogas ao fogo....... as ervas queimam ....... exalam um aroma gostoso....... que respiras profundamente e à medida que soltas a respiração misturada à fumaça... sobe o aroma impregnado de ti.............. e a fumaça e o aroma chegam aqui no topo da montanha e tu sais do papel de observador, abres teus braços, peito, coração e mente te deixas envolver pelo aroma..... respiras profundamente.............. e à medida que o ar vai entrando em teu corpo vais também incorporando a alegria, a paz, a gratidão, a satisfação de ser quem queres ser, incorporando o poder dentro de ti, todas as capacidade e habilidades desenvolvidas..... e vais te sentindo cada vez melhor... esta sensação vai se expandindo... ganhando força e tamanho dentro de ti, e à medida que vais respirando vais te sentindo cada vez mais forte e confiante porque agora sentes que está dentro de ti, és tu! Aqui, agora, neste momento ... esta certeza te deixa leve e feliz..... em atitude de gratidão ergues teus braços e agradeces. Lenta e alegremente vais voltando da montanha caminhando ........ , caminhando........, até chegares aqui na frente deste texto consciente de que trazes agora contigo todos os recursos que necessitas para continuar sendo quem tu queres ser!!!

Aqui me despeço e agradeço a honra de tua companhia nesta jornada.

AHO! por todas as minhas relações.

Gratidão, gratidão, gratidão.

Cristina Gortari.
Publicada por Cristina Gortari em 11.4.10

segunda-feira, 5 de abril de 2010

Inspiração........



Feche os olhos... deixe-se levar ..... ouça o som do vento... o farfalhar das folhas... o assobio nas curvas e frestas.... sinta-o na pele..como carinho...que cura e revigora, perceba sua temperatura e talvez.......cheiro também... respire-o ...acompanhe sua atuação e trajetória dentro do teu ser ... ele transmuta tudo... Nobre vento tens o dom de mostrar como sou grande ao te perceber, pequena diante da imensidão..à qual faço parte também...Fantástico perceber como temos na natureza, ao nosso alcance, a inspiração pra todas nossas questões, na terra mãe - amor e acolhimento, na Lua - convite à reflexão, no Sol – poder, força e energia, na água que corre – certeza, determinação e esperança, nas árvores - resistência, flexibilidade e sabedoria, nos animais - respeito à vida e à diversidade, no vento - ora aquece, ora refresca traz as vozes da natureza lembrando-nos que nunca estamos sós, o vento que sopra aqui é o mesmo que sopra aí , leva até você minha voz .. para logo depois trazer-me a tua.
AHO! por todas as minhas relações.
Gratidão, Gratidão, Gratidão.

Cristina Gortari.

sexta-feira, 2 de abril de 2010

Somos Deuses.


E a vida se refaz a cada segundo, a cada instante temos a oportunidade de abrir os olhos....... e ver, sentir,
perceber que estamos inseridos num contexto muito, muito maior, onde simplesmente há razão e sentido em tudo.............. Expanda sua mente, seu olhar, perceba o teu redor........ e como tudo e todos, inclusive você, são infinitamente grandiosos.................. Nesse momento serás detentor de nossa grande verdade......
Somos fragmentos do UNO, somos DEUSES!

AHO! por todas minhas relações.
Gratidão, Gratidão, Gratidão.

Com amor,
Cristina Gortari.

terça-feira, 30 de março de 2010

Cair e Levantar.

Cair..... levantar.... apenas processos essênciais da vida,
cair - momento de reflexão e refazimento;
levantar - momento de reagir com força e sabedoria.


.. entre a inspiração e a expiração ( ciclo como cair e levantar) uma pausa, é nesta pausa que acontece o refazimento a internalização do aprendido trasnformado em sabedoria, após a pausa a retomada do fôlego vibrante e forte é inevitavel... a força está e sempre esteve aí.. a sensação de ausência vem da luta para não cair, porque culturalmente cair foi relacionado a derrota, falha, fraqueza..... quando cair é visto como parte do processo o medo desaparece... cair é aceito como parte integrante e essencial ao aprendizado dessa forma sem interferencias a força é percebida e sabiamente usada...
Após a queda o único e próximo passo é levantar !!!!

AHO! por todas as minhas relações.
Gratidão, gratidão, gratidão.

Cristina Gortari.